Plante árvores! Essa é a melhor forma de reverter o aquecimento global e ajudar o meio ambiente.

Você ajuda o planeta e ainda contribui
com a educação para a sustentabilidade.

A PLANTE FUTURO é uma campanha para viabilizar o reflorestamento do Centro de Referência em Sustentabilidade Águas do Cerrado, de uma organização sem fins lucrativos. Ao contribuir, você ajuda a reflorestar o cerrado, o berço das águas.

 

Sugestão de apoio:  5 mudas cuidadas por 4 anos

Ver outras opções de apoio

Quem está promovendo esta campanha?

A história do Ipoema – Instituto de Permacultura – começa em 1999, quando o engenheiro Florestal e mestre em sustentabilidade, na época estudante e militante-ativista, Cláudio Jacintho, começa suas experimentações em sustentabilidade socioambiental e inaugura o famoso Centro de Permacultura Asa Branca. Seis anos depois, em 2005, tendo cativado um grupo de jovens profissionais de várias áreas de atuação, funda uma associação sem fins lucrativos, para trabalhar por um mundo sustentável e uma vida em harmonia com a natureza.

CONHEÇA UM POUCO DA BAGAGEM DO IPOEMA

ipoema-_-logo-verticalAo longo de 12 anos, já realizou 20 projetos socioambientais. São projetos nas áreas de educação para a sustentabilidade, cultivo agroflorestal, instalações de tecnologias sociais, bioconstruções, recuperação de áreas degradadas, sequestro de carbono, gestão e governança de organizações, eventos sustentáveis e mais.

Alguns resultados concretos do que já fizemos são: 1 milhão de litros de água da chuva armazenados, 10.000 pessoas sensibilizadas e capacitadas, 60 tecnologias sociais implantadas, 50 edificações construídas e 350.000 mudas plantadas.

Quero ver mais sobre o Ipoema

Por que plantar árvores pode salvar a humanidade?

Achou um pouco drástico? Talvez então você precise pesquisar no google, termos como “impactos do aquecimento global”, “escassez de água”, “perda de biodiversidade”, “extinção de espécies” entre outros. Mas se você sabe que o momento da humanidade é realmente crítico, vai gostar de saber o que vamos te contar a seguir.

PLANTAR ÁRVORES E FLORESTAS

forest-1É uma das principais formas de se tentar reverter o aquecimento global. A PLANTE FUTURO será realizada numa  área onde existem cursos d’agua, assim, o reflorestamento terá impacto direto na preservação da água no DF. Além disso, o projeto será realizado num centro de referência em Educação para a Sustentabilidade, que funciona como uma verdadeira escola, e portanto a iniciativa será também um modelo a ser difundido e ensinado.E por fim, um dos principais impactos para o planeta está na mudança pessoal que este tipo de ação pode proporcionar, pois cada pessoa envolvida estará transformando a si mesma e quanto mais pessoas participarem deste tipo de ação, mais o mundo pode se tornar um lugar melhor.

 

Sugestão de apoio:  R$ 167,00

Ver outras opções de apoio

Temos que aproveitar! Esta é uma oportunidade única!

A primeira etapa da PLANTE FUTURO pretende plantar 5 mil mudas de árvores nativas do Cerrado no Centro Águas do Cerrado, um centro de referência em sustentabilidade, aberto à sociedade. E o momento é extremamente oportuno porque o IPOEMA dispõe e está oferecendo alguns itens que não costumam estar disponíveis por aí… Agora, se não forem utilizados, podem se perder, são eles:

1 – o terreno para receber as mudas;
2 – o conhecimento técnico;
3 – a capacidade operacional instalada;
4 – a disponibilidade de plantar e cuidar do plantio por 4 anos; e
5 – as mudas prontinhas para irem a campo.

 

MAS ENTÃO O QUE FALTA?

Diante de tudo o que temos, falta muito pouco. Precisamos de recursos financeiros – verba –  para viabilizar o plantio, custeando a mão de obra (isso gera empregos), o transporte das mudas e a adubação orgânica. Então veja, precisamos de você!

E o que eu ganho com isso?

Além de tentar resguardar um planeta habitável para si próprio e seus descendentes, você ganha a consciência tranquila por saber que faz parte de uma iniciativa que é boa para o planeta e para as pessoas. Só para lembrar, todos nós, que vivemos nas cidades e usamos automóveis e outras coisas mais, somos co-responsáveis pelo problema ambiental global. Investir neste tipo de iniciativa é uma forma de diminuir os impactos que nós mesmos causamos, por exemplo, ao usarmos nossos carros queimando gasolina e gerando gás carbônico – um dos causadores do efeito estufa e do aquecimento global.

Então, você ganha uma oportunidade de investir um pouquinho do que investe na fonte do problema (o dinheiro mensal gasto em gasolina, repetindo o exemplo), na solução.

Escolha um dos apoios sugeridos ou a contribuição livre. Você pode ver mais detalhes ao clicar em cada opção.

Você ganha

  • Nosso muito obrigado.

1 muda plantada e cuidada por no mínimo 4 anos

Você ganha
  • Nosso muito obrigado; e
  • Camiseta do Ipoema.

5 mudas plantadas e cuidadas por no mínimo 4 anos (R$33,00 por muda plantada)

Você ganha
  • Nosso muito obrigado;
  • Leve uma muda para casa;
  • Visita ao plantio com 3 acompanhantes;
  • Camiseta do Ipoema;
  • Entrar na comunidade fechada no Facebook;
  • Depoimento com foto no site da campanha; e
  • Kit "faça você mesmo" (contendo passo-a-passo de instalação de Tecnologias Sociais + 1 Cartilha + 1 Poster da Flor da Permacultura)

20 mudas plantadas e cuidadas por no mínimo 4 anos (R$24,00 por muda plantada)

Você ganha
  • Nosso muito obrigado;
  • Leve uma muda para casa;
  • Visita ao plantio com 3 acompanhantes;
  • Camiseta do Ipoema;
  • Entrar na comunidade fechada no Facebook;
  • Depoimento com foto no site da campanha;
  • Kit "faça você mesmo";
  • Seu nome no vídeo de agradecimento; e
  • Aula de campo.

100 mudas plantadas por no mínimo 4 anos (R$18,00 por muda plantada)

Você ganha
  • Nosso muito obrigado;
  • Leve uma muda para casa;
  • Visita ao plantio com 3 acompanhantes;
  • Camiseta do Ipoema;
  • Entrar na comunidade fechada no Facebook;
  • Depoimento com foto no site da campanha;
  • Kit "faça você mesmo";
  • Seu nome no vídeo de agradecimento;
  • Aula de campo; e
  • Compor bosque dos amigos.

100 mudas plantadas e cuidadas por no mínimo 4 anos (R$29,00 por muda plantada em 100m2 de agrofloresta)

Você ganha
  • Nosso muito obrigado;
  • Leve uma muda para casa;
  • Visita ao plantio com 3 acompanhantes;
  • Camiseta do Ipoema;
  • Entrar na comunidade fechada no Facebook;
  • Depoimento com foto no site da campanha;
  • Kit "faça você mesmo";
  • Seu nome no vídeo de agradecimento;
  • Aula de campo;
  • Compor bosque dos amigos;
  • Placa exclusiva com seu nome no bosque dos amigos; e
  • Suas 100 árvores plantadas em agrofloresta.

O IPOEMA NA MÍDIA

Temos quase 50 matérias jornalísticas de TVs e outras tantas de jornais, sobre nosso trabalho, veja algumas:

 

 

O QUE DIZEM SOBRE NÓS


brunaA permacultura oferece um aporte incrível para as questões sociais que atingem o Brasil. Em muitos sentidos, ela aponta possibilidades de mudança para um estilo de vida mais orgânico, mais natural e equilibrado, que todos nós, consciente ou inconscientemente, buscamos. O IPOEMA faz um grande serviço trazendo este conhecimento mais pra perto das pessoas!

Bruna Regina Souza – Psicóloga – Brasília/DF


RobertO trabalho do Instituto Ipoema é muito importante para melhorar as condições sociais, ambientais, ecológicas e econômicas para alcançar uma visão de sinergismo dentro de cada ecossistema em questão, buscar a conscientização da importância desta questão em especial que é a nossa própria existência, interagindo com o nosso papel como atores neste mundo, muito além que meros coadjuvantes no processo de consumismo e destruidores da Pachamama, mais propulsores de um paradigma emergente que verte o processo de observância da natureza à nosso favor em prol da populações como um todo. Harmonia do ser humano com a mãe natureza, usufruindo de maneira pacífica aquilo que nos oferece. Somente precisamos cuidar e continuar o ciclo natural…

Robert Ramsay – Engenheiro Agrônomo – Sinop/MT


captura-de-tela-2016-11-28-22-03-07O relevante trabalho socioambiental do IPOEMA tem contribuido de forma significativa para a mudança nas atitudes das pessoas, ajudando-as a enxergarem o mundo em que vivem e a transformá-lo para melhor. Conheço algumas tecnologias aplicadas nos cursos oferecidos por esta organização e sou testemunho de parcerias que deram certo, junto ao estado e a sociedade civil.

Carlos Alberto Matos de Souza – Servidor Público – Planaltina/DF


“Cristiane"“Em tempos de atitudes cada vez mais individualistas associadas a escassez de recursos, trabalhos como os do Ipoema são extremamente relevantes. Há anos que vejo jovens das escolas e outros cidadãos de Brasília sendo educados e capacitados pelo Ipoema para implementarem em suas vidas diárias práticas sustentáveis que respeitam não apenas os recursos do meio ambiente, mas principalmente os seres que nele habitam. Iniciativas como as do Ipoema deveriam ser replicadas em diversas partes do País.”

Cristiane de Abreu Meiçó – Psicóloga e gestora ambiental – Brasília/DF


Bruno“Conheci o CJ e familia há 20 anos por volta de 1995. Nesse período foi formado na UnB um grupo que se reunia no minhocão aonde discutiam autores e possibilidades de ação em torno da permacultura. CJ sempre teve uma atuação muito propositiva, tanto no aspecto teórico, buscando formas de compartilhar uma biblioteca de referências inacessíveis a nós na época, como prática, defendendo a necessidade urgente de plantarmos juntos aonde quer que fosse e se articulando com permacultores mais experientes para viabilizar a presença de grandes gurus em congressos e eventos em Brasilia. Dessa maneira fomos plantando em mutirões de pura alegria primeiro nos arredores da Universidade e depois em terrenos de amigos e parentes. Surgiu a possibilidade de cuidar da área hoje conhecida como Asa Branca, então tive a sorte de acompanha-lo nos primeiros movimentos de cuidado com a terra, que tiveram a captação de água para plantio e consumo como primeiro movimento. Com enxadas, picaretas e pás pude vê-lo diversas vezes encarando o solo argiloso do cerrado, na preparação de cisternas imensas, com um vigor insuperável de quem conseguia já no meio da solidão cerrada visualizar o paraíso que hoje podemos ver no local. Me afastei por motivos de mudança de cidade pelo trabalho e hoje retornando uma década depois não consigo nem imaginar a aventura que foi conseguir unir tantas pessoas em torno do bem estar da coletividade da natureza. Me surpreendo ouvindo estórias que chegam de todas as quadras de Brasilia sobre milhões de mudas plantadas, dezenas de bioconstruções realizadas, nascentes e bacias de rios em recuperação e sobretudo uma multidão de pessoas que vivem hoje a grande alegria que é ter a permacultura bem enraizada no fundo do coração. Gratidão querido amigo por essa semente que me ajudou a plantar e como brisa forte espalhar por todo esse Cerradão”

Bruno Imbroisi – Desenhista Industrial – Brasília/DF


““Quando viemos para essa região em 2011 o meu marido, Guy, e eu, não sabíamos como iniciar a vida sustentável que pretendíamos viver na nossa chácara em Goiás. Felizmente descobrimos IPOEMA e tivemos a sorte de fazer dois cursos – Bioconstrução e AgroFloresta – todas as duas maravilhosas. Além de informações importantíssimas e exercícios práticos durante os cursos, conhecemos pessoas maravilhosas e assim já não nos sentíamos tão sós. O simples fato da existencia de IPOEMA – o pessoal, o instituto, as casas, os viveiros, cisternas de ferrocimento, etc – torna a vida aqui no planalto mais rica e feliz.”

Greta Browne – Aposentada – Cocalzinho de Goias/GO

 

Sugestão de apoio:  R$ 167,00

Ver outras opções de apoio

Comentários