Recuperação de áreas degradadas

A recuperação das matas ciliares é ponto fundamental para a manutenção dos rios e da água com qualidade para o consumo humano. A vegetação ajuda a reter a água da chuva, preciosa para os rios e nascentes. Com a equipe de campo realizamos ações de recuperação de áreas degradadas, por meio de plantio, monitoramento, manutenção e replantio (plantio de reposição) de mudas em ações socioambientais na área da Bacia do Rio São Bartolomeu e na Estação Ecológica do Jardim Botânico de Brasília.

O projeto Águas do Cerrado plantou ao todo 83.250 mil mudas nativas do cerrado
recuperando 90,5 hectares de áreas degradadas.

Manutenção de áreas já revegetadas

Já que só plantar não resolve, o projeto realizou a vistoria e a manutenção durante dois anos de 80ha de plantios previamente realizados pelo IPOEMA, em áreas do Alto e Médio São Bartolomeu.

Adubação, coroamento, roçagem, capina e replantio foram realizadas nas áreas de pequenos proprietários.

 

Plantio em áreas de manancial

Plantar árvores é plantar água. Por isso, realizou-se a revegetação em área de preservação de manancial dentro do Jardim Botânico de Brasília, plantando 38,7 mil mudas em 5 hectares de uma área que é fonte de água para a população do Lago Sul e que antes havia sido queimada.

Foram plantadas 37.500 mudas no Jardim Botânico de Brasília. Algumas áreas foram queimadas em setembro de 2014 e receberam nova vida após o plantio de 2015.

 

Relação com os agricultores

Para uma planta crescer firme e forte o cuidado do agricultor é fundamental. Por isso, foram visitadas e selecionadas as áreas a serem plantadas, buscando pessoas engajadas que aderissem ao projeto. E, para essas, foram oferecidas bolsas nos cursos do Instituto.

 

Para saber mais sobre este tema, acesse o episódio 5 da Web Série do projeto intitulada No Correr das Águas. Neste episódio falamos de áreas degradadas, falta de água e a necessária recuperação do solo:

Veja também o episódio sobre Agroflorestas, uma alternativa ecológica para a recuperação de áreas degradadas associada a produção de alimentos: